Volume I do Livro II

Volume I do Livro II

“…O kayon ainda se debate amarrado, percebendo o desespero do lacaio, Elenah faz um gesto de união com as mãos por sete vezes, enquanto dança sensualmente. Quando abre suas mãos, elas começam a liberar uma fumaça inebriante que parece acalmar Ihiah. Ela, agora, dança em círculos em torno do kayon amarrado, ele está totalmente em transe, a mulher então se põe à sua frente e abrindo as pernas, senta-se em seu colo sem parar de dançar e se mexer. Ihiah mergulha o rosto em seus seios, passa a boca por aquela pele cheirosa e sedosa, algo está sendo alterado em seu metabolismo. Ele sente o estômago arder, os olhos lacrimejarem e se encherem de sangue. Seus caninos saltam da boca. Percebendo que o kayon chegou “ao ponto”, Elenah se levanta e coloca um de seus pés sobre a coxa direita de Ihiah. Ela continua a dançar e se põe de lado, no ponto em que sua coxa fica próxima à boca do kayon. Em um movimento cadenciado, ele começa a cheirar a pele da mulher, em seguida a beija por várias e várias vezes… e, por fim, em uma única mordida, crava-lhe os dentes, fazendo soar um pequeno estalido ao romper da carne… o sangue escorre em um pequeno filete, Ihiah bebe-o como se fosse a sua última vez. A mulher entra em transe, parece estar tendo um orgasmo, um pico de prazer indescritível ao ter seu sangue sugado pela criatura…”

…Trata-se da adaptação de uma raça a um “Novo Mundo”, suas imposições e adequações perante uma gama de diferenças em seu ecossistema, assim como em sua estrutura biológica. Imposições ditadas pelo destino, frutos de escolhas mal interpretadas promovem a continuidade da raça Sirion hominidaefora de seu mundo de origem.

Na luta pela sobrevivência, de acordo com Darwin, só os mais bem adaptados sobrevivem. Sendo assim, vemos uma raça se sobrepor a outra de forma covarde e massacrante. Porém, para Lamarck, imposições do meio podem levar um indivíduo a desenvolver “atributos” que serão posteriormente passados adiante e estes lhe darão a capacidade de lidar com os revezes que a vida lhe impuser. Assim, presenciamos uma raça julgada inferior aprender a lutar com suas próprias armas contra um inimigo incomum e anormal…

Uma resposta para “Volume I do Livro II”

  1. No volume II – Livro I : Imperium a história fica ainda melhor, um novo mundo, novas descobertas, novas espécies, novas “regras” que também vem acompanhados de revolta, conflitos, traições e muita ambição…
    Escolhas certas? Planos infalíveis? Mito? Magia? Continuidade do Império Garzzamoniano??
    Só mesmo embarcando nesta fascinante história pra obter algumas dessas respostas e se surpreender ainda mais.
    Não vejo a hora de ler o próximo e ficar ainda mais admirada.
    Não há encanto que não se potencialize!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: